© Gero Breloer

Inside Empire

Outono/Inverno 2016

Nesta estação, Isabell de Hillerin joga com os ângulos da nossa perceção, retratada, de uma forma melhorada por momentos film noir, quando o tempo pára e a câmera lenta faz zoom para revelar detalhes curiosos anteriormente deixados despercebidos, causando uma mudança dramática na história. Um olhar mais atento muda a visão da realidade.


Aguçar a mente através de imagens irritantes é a inspiração da última coleção. Convida-o a olhar duas vezes, porque nem tudo é o que parece.

Cortes assimétricos, detalhes especiais e camadas ocultas são uma interpretação do mistério Lynchian. Feito com base na assinatura de ISABELL DE HILLERIN com belos cortes, tecidos finos e acabamentos feitos à mão. O estado de espírito desta coleção: uma viagem através do passado em direção a um futuro desconhecido.

Cutting Edge

Primavera/Verão 2016

A coleção Primavera/Verão 2016 de ISABELL DE HILLERIN chama subtilmente a atenção do espetador para cortes distintos que servem como componente fundamental da moda.


A designer descreve a coleção monocromática, denominada de CUTTING EDGE, como uma ""construção moderna, em diálogo com o purismo, o que resulta em decorações fugazes "".

Uma clara distinção é feita para 'loud fashion', que é caracterizada por designs short-lived e prints coloridos que apenas servem para sobrecarregar os seus utilizadores.

ISABELL DE HILLERIN conscientemente representa este conceito, trabalhando com elementos limpos e usando recursos estilísticos clássicos, como o contraste do preto e branco, para mostrar um design intemporal. Cria um purismo elegante, através do uso de contornos finos e tecidos naturais. O essencial da marca - um trabalho artesanal único de elevada qualidade e consistência. O olhar do observador é, quase impercetivelmente, por isso, dirigido de volta para o que é verdadeiramente importante: a individualidade de uma mulher.

A marca de moda feminina com sede em Berlim reflete uma interpretação sensível, pessoal da moda contemporânea e sustentável. Cortes estruturados são elegantemente emparelhados com tradição. Juntos formam composições artesanais inovadoras utilizando exclusivamente o artesanato romeno e moldavo.